Procurando por uma cardiologista para seu pequeno?

O diagnóstico precoce de doenças cardiológicas ajuda no processo de tratamento e cura.

Sistema Circulatório

O sistema circulatório é responsável por transportar oxigênio e nutrientes para o restante do corpo, distribuindo e nutrindo cada órgão de acordo com suas necessidades. Também é responsável pela eliminação de substâncias que necessitam ser eliminadas do organismo, conduzindo-as até os órgãos responsáveis pela sua excreção.

Cardiologista Pediátrico

O cardiologista pediátrico é responsável pelo acompanhamento, indicação preventiva, diagnóstico e tratamento de doenças e disfunções relacionadas ao bom funcionamento do coração. Sua atuação começa no período gestacional e se estende até o início da fase adulta.

Uma profissional especializada para o seu filho

Drª Camila Sozinho é formada há 23 anos em medicina e 16 atuando na cardiologia pediátrica.

Ao longo desses 16 anos já atendeu centenas de crianças na sua clínica e percebeu a diferença de cada uma que entrou no seu consultório, atendendo de maneira totalmente especial.

Desde quando atingiu a sua maturidade sempre gostou de cuidar de crianças, hoje ela é uma das profissionais mais relevantes no ramo da cardiologia pediátrica.

Por que escolher a Cardioped?

Veja os motivos para escolher uma especialista em cardiologia pediátrica

A Prevenção

Os problemas ou irregularidades cardíacas podem ter influência genética e necessitam de um efetivo acompanhamento nesses casos. A prevenção ocorre através da adoção de hábitos saudáveis, prática de atividades físicas, controle de gordura corporal e uma alimentação equilibrada.

As Doenças

As doenças relacionadas à circulação e à frequência do batimento cardíaco interferem no sistema respiratório e podem levar à morte prematura. Tratadas através de um completo acompanhamento médico, as cardiopatias podem ser congênitas, quando a criança já nasce com a disfunção, ou adquirida, quando a cardiopatia é adquirida ao longo do crescimento e desenvolvimento da criança.

O Tratamento

O tratamento é bastante específico para cada doença ou disfunção, podendo ser realizado através de medicação, mudança de hábitos, como a prática de atividades físicas e reeducação alimentar, além de cirurgias em casos severos.

Quando começar?

O acompanhamento gestacional é fundamental para diagnosticar irregularidades ou cardiopatias. O histórico familiar é de supra importância para prevenir doenças, sendo necessário realizar um acompanhamento médico mais atento em casos de cardiopatia congênita, febre reumática, infartos precoces, ou síncopes familiares.

Segundo a OMS, cerca de 130 milhões crianças nascem com com algum problema no coração mundo

O diagnóstico preciso e, muitas vezes, no momento da gestação pode evitar problemas futuros, com o tratamento adequado no momento certo.

Entre em contato conosco

Entre em contato no formulário ao lado!

Não vá ainda!

Se sua criança precisa de cuidados, marque uma consulta!